segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Voleibol


HISTÓRIA DO VOLEIBOL


O voleibol foi criado nos Estados Unidos, no dia 9 de fevereiro de 1895, pelo diretor de educação física da ACM (Associação Cristã de Moços de Massachusetts) William George Morgan.
Ao inventar o voleibol e suas regras, Morgan tinha como objetivo principal a criação de um esporte sem contato físico entre os jogadores. Desta forma, ele pretendia oferecer às pessoas (principalmente aos mais velhos) um esporte em que as lesões físicas, provocadas por choques entre pessoas, seriam raras.

Primeiros anos do esporte

Nos primeiros anos, o voleibol ainda não contava com uma bola específica, sendo praticado com uma câmara da bola de basquete. A rede era improvisada, a mesma usada nas partidas de tênis. Neste período, o esporte era conhecido por Mintonette. Com o passar do tempo, foi ganhando o nome popular de volleyball, que acabou se tornando oficial.


Principais fatos após a invenção do voleibol:
 

-1900 - voleibol chega ao Canadá, primeiro país fora dos Estados Unidos

-1908 - o esporte vai para o continente asiático e começa a ser praticado na China e no Japão

-1910 - o esporte chega ao Peru, primeiro país da América do Sul a praticar o esporte

-1942 – morre, aos 72 anos de idade, o criador do voleibol, William George Morgan

-1947 - fundada na França a FIVB ( Federação Internacional de Voleibol)

-1949 - realizado o primeiro campeonato mundial masculino na Tchecoslováquia (foi vencido pela Rússia)

-1951 – realizado o primeiro campeonato sul-americano de voleibol, na cidade do Rio de Janeiro. O Brasil tornou-se campeão masculino e feminino.

-1952 – realizado o primeiro campeonato mundial feminino

-1964 – o esporte passa a fazer parte do programa oficial das Olimpíadas, realizadas em Tóquio no Japão.

Últimos campeões de voleibol: 

- A seleção brasileira masculina de voleibol foi campeã do Campeonato Mundial de Vôlei nos anos de 2002, 2006 e 2010. A seleção feminina italiana foi campeão em 2002, enquanto a da Rússia obteve o título em 2006 e 2010.

- As Copas do Mundo de Vôlei de 2003 e 2007 também foram vencidas pela seleção brasileira masculina.

- Na Copa do Mundo de 2011, a seleção russa sagrou-se campeã. Mesmo com o terceiro lugar, a seleção brasileira de voleibol conquistou uma vaga para os Jogos Olímpicos de Londres em 2012.

- A seleção feminina de vôlei da Itália foi campeã da Copa do Mundo de Vôlei nas últimas duas edições (2007 e 2011).

- Em 2008, nas Olimpíadas de Pequim, a seleção masculina de voleibol dos Estados Unidos obteve a medalha de ouro. Na categoria feminina, as jogadoras brasileiras fizeram bonita e conquistaram o ouro para o Brasil.

O voleibol é um jogo em que os jogadores usa as mãos para tocar a bola. Porém, não é permitido segura-la ou carrega-la. Controlada apenas por toques das mãos, a bola deve ser lançada para o campo adversário, e vice-versa, por cima da rede que divide os dois campos, até que a bola toque o chão.

O jogo 

O jogo inicia com a bola sendo lançada para o campo do adversário por um jogador que se coloca atrás da linha de fundo de seu campo. Este lançamento é chamado saque. No saque a bola deve ser golpeada.
O objetivo do jogo é fazer com que a bola caia na quadra adversária. Quando a equipe não consegue devolver a bola dentro da área de jogo ( Bola fora), ou quando, utilizando no máximo 3 toques, não consegue devolver a bola para a quadra adversária, um ponto é marcado.
Quando a equipe que saca erra, seu adversário adquire o direito de sacar, realizando antes um rodízio de posições dos jogadores. Esta característica torna o Voleibol bastante dinâmico, onde todos devem atuar em todas posições.
Para melhor atingir os objetivos do jogo, é necessário que os atletas de uma equipe passem a bola entre si, utilizando até 3 toques, de modo que abola seja lançada para o campo adversário. A execução correta das técnicas básicas de voleibol garante que estes toques sejam feitos de acordo com o regulamento do jogo.
Uma partida é disputada com 12 jogadores, 6 em cada equipe. Cada equipe deve ser composta por 12 jogadores: 6 que iniciam o jogo ( Titulares ) e 6 jogadores reservas.
O Voleibol é jogado em SETS. Quando uma equipe atinge a contagem de 15 pontos, com uma vantagem de pelo menos 2 pontos em relação ao adversário, completa-se um SET. Nas partidas oficiais disputa-se o melhor de 5 SETS.

 

Regras Simplificadas do Voleibol

 
Os Participantes


Os jogadores que não estão em campo devem permanecer sentados no banco de reservas ou em sua área de aquecimento correspondente. O técnico e os outros membros da equipe devem estar sentados no banco de reservas, mas podem deixá-lo temporariamente. Os bancos de reservas das equipes ficam localizadas em cada lado da mesa do apontador, fora da zona livre. Somente aos membros integrantes da equipe é permitido sentar no banco de reservas durante o jogo e participar do aquecimento. Durante o jogo, os jogadores que não estação jogando podem realizar aquecimento sem bola na área que é determinada para esse fim, e também, durante os tempos técnicos e de descanso, na zona livre no fundo da sua quadra. Nos intervalos entres os setes, os jogadores podem usar bolas para aquecimento na zona livre.

Composição das equipes

É constituída de no máximo 12 jogadores, um técnico, um assistente técnico, um preparador físico e um médico.
Um dos jogadores é o capitão da equipe e como tal deve ser indicado na súmula do jogo.
Nas competições mundiais da FIVB o médico deve ser credenciado pela FUVB.
Cada jogador tem a opção de registrar, entre seus jogadores, um jogador especializado em defesa "Libero". Somente os jogadores registrados na súmula podem entrar na quadra e participar do jogo. Após o capitão da equipe e o técnico terem assinado a súmula, o registro dos jogadores não pode mais ser mudado.

Uniforme


            O uniforme dos jogadores consiste em camisa, calção, meia e tênis. As camisas, calção e meias devem ser iguais e ter a mesma cor para todos da mesma equipe (exceto o Libero). O ténis deve ser leve e flexível, com sola de borracha ou de couro, sem salto. A camisa dos jogadores deve ser numerada de 1 a 18. O número deve ser colocado no centro das camisas, tanto na frente quanto nas costas.

 

Redes e postes

Altura da rede


Uma rede é instalada verticalmente sobre o eixo da linha central. A altura da rede deve ser de 2,43 metros para equipes masculinas e de 2,24 metros para equipes femininas. Esta altura é medida no centro da quadra de jogo. As duas extremidades da rede (acima das linhas laterais) devem estar na mesma altura e não podem exceder a altura regularmente em mais de 2 metros.

Estrutura

A rede mede 1 metro de largura por 9,50 metros de comprimento e é feita em malhas na cor preta formando quadrados de 10 cm de lado.
Na parte superior há uma faixa horizontal branca, de 5 cm de largura, feita de uma tela dobrada ao meio e que é costurada ao longo do comprimento da rede. Em cada extremidade da parte superior da rede há uma abertura através da qual passa uma corda que a prende aos postes para mantê- lá esticada.
Dentro dessa faixa passa um cabo flexível que prende a rede aos pés do postes e mantém sua parte superior esticada.
Na parte inferior da rede (sem faixa horizontal) uma corda passa através das malhas a fim de amarrá-la aos postes e manter a parte inferior esticada.

Faixas laterais

As faixas brancas são colocadas verticalmente na rede, diretamente acima de cada linha lateral. Elas medem 5 metros de largura e 1 metro de comprimento e são consideradas partes integrantes da rede.

 
Postes 

Os postes que sustentam a rede devem estar a uma distância de 50 cm a 1 metro de cada linha lateral. Eles devem ter uma altura de 2,55 metros e devem ser preferencialmente ajustáveis. Os postes devem ser redondo, lisos e fixados ao solo. È proibido a fixação dos postes por meio de cabos. Toda instalação que apresente perigo ou obstáculos deve ser eliminada.

 

Bolas



A bola deve ser esférica, sendo sua capa feita de couro flexível ou couro sintético e a câmara interior feita de borracha ou material similar.
Sua cor pode ser uniforme e clara ou uma combinação de cores
O couro sintético e a combinação de cores das bolas usadas em Competições Internacionais Oficiais deverão obedecer aos padrões da FIVB.
A circunferência deve ser de 65 cm a 67 cm e o peso de 260 g a 280 g.
A pressão interna deve ser de 0,30 kg/cm a 0,325kg/cm (294,3 mbar a 318,82 mbar ou hPa) ou 0,423 Ibs a 0,456 Ibs.

Responsáveis pelas equipes

O capitão da equipe e o técnico são responsáveis pela conduta e disciplina de todos os membros de sua equipes.

Técnico (antes do jogo)

O técnico registra ou confere os nomes e números de seus jogadores colocados na súmula e assina em seguida.
Durante o jogo: Entrega ao apontador ou ao segundo árbitro, antes de cada sete, o formulário de ordem de saque devidamente preenchido e assinado.
Senta-se no banco de sua equipe o mais próximo possível do apontador podendo deixá-lo temporariamente;Toda ação de jogo de uma equipe contrária a estas regras ou que resulte em sua violação é uma falta de jogo e deve ser apitado por um dos árbitros. Os árbitros julgam as faltas e determinam a penalização conforme estas regras.
Se duas ou mais faltas são cometidas sucessivamente, somente a primeira é considerada
Se duas ou mais faltas são cometidas simultaneamente, por dois adversários, considera-se uma FALTA DUPLA e o rally é repetido.

 
Antes do início do jogo


O capitão da equipe assina a súmula do jogo e representa sua equipe no sorteio.

 Durante o jogo



O capitão da equipe desempenha suas funções de capitão enquanto permanece na quadra. Quando substituído, deve ser designado pelo técnico ou pelo próprio capitão, um jogador que desempenha as funções de capitão da equipe.
Este capitão será responsável pela equipe: até que seja substituído, o capitão retorne á quadra ou o sete termine.
Quando a bola estiver fora de jogo somente o capitão da equipe está autorizado a se dirigir aos árbitros para: solicitar explicações na aplicação ou interpretação das regras e submeter aos árbitros os pedidos e perguntas de seus colegas de equipe. Caso a explicação não o satisfaça, ele deve, imediatamente, comunicar ao primeiro árbitro que se reserva o direito de ter o seu desacordo registrado na súmula como protesto oficial ao final do jogo.
Pedir autorização para : trocar de uniforme, verificar as posições das equipes, verificar o piso, rede, bola, etc.

 

Consequências de uma falta


A consequência de uma falta é a perda de rally. O adversário da equipe que cometeu a falta ganha o rally com uma das seguintes consequência. Se a equipe adversária efetuou o saque, esta marca um ponto e continua a sacar;

 

Para vencer um jogo


Um jogo é ganho pela equipe que vencer três sets. Caso haja empate 2-2 em sets, um set decisivo (5º) é jogado em 15 pontos, com uma diferença mínima de 2 pontos. Uma rede é instalada verticalmente sobre o eixo da linha central. A altura da rede deve ser de 2,43 metros para equipes masculinas e de 2,24 metros para equipes femininas.
Esta altura é medida no centro da quadra de jogo. As duas extremidades da rede (acima das linhas laterais) devem estar na mesma altura e não podem exceder a altura regularmente em mais de 2 metros.

 
No final do jogo (o capitão da equipe)


Agradece aos árbitros e assina a súmula para ratificar o resultado;
Confirma, registrando na súmula, algum desacordo expressado previamente por ele (pelo seu substituto no jogo) ao primeiro árbitro.
Um set no jogo de Voleibol dura aproximadamente 25 minutos. Como durante um set cada time toca na bola aproximadamente 150 vezes e cada contato dura menos de um décimo de segundo, podemos concluir que nos os 25 minutos do set, somente durante 30 segundos alguém estará em contato com a bola. (150 toques na bola x 0.1 segundos x 2 equipes). Isso significa que sua equipe terá aproximadamente 15 segundos de "posse de bola". Mesmo que a equipe vencedora tenha, teoricamente, mais "posse de bola" que o time perdedor, o tempo adicional é desprezível. Provavelmente menos de um segundo. A diferença entre ganhar e perder depende de como usar os seus 15 segundos melhor que os 15 segundos do adversário.
Obviamente, pensamos que o domínio perfeito dos fundamentos garantirá o melhor uso destes 15 segundos. Porém, tão ou mais importante que as ações executadas durante os 15 segundos de contato com a bola, é o que fazemos durante os outros 24 minutos e 45 segundos. Para controlar a bola efetivamente, os jogadores precisam saber o que fazer durante o tempo que estiverem sem ela ( a maior parte do tempo). Por isso os primeiros fundamentos na lista abaixo requerem bastante atenção e importância dos técnicos:

 
SAQUE


Definição: É o ato de enviar a bola da área de saque para a quadra contrária pelo atleta da posição 1, que deverá golpeá-la com parte do braço. Para o golpe, a bola deverá estar solta. Será direcionada para a quadra do adversário e passar por sobre a rede e entre as antenas.

Informações gerais

·         E um fundamento classificado como princípio de ataque;

·         Inicialmente destinava-se apenas a colocar a bola em jogo;

·         É iniciador do jogo e de uma cadeia de ações vantajosas para a equipe que executa;

·         Com o saque começa o jogo ofensivo;

·         Em partidas entre equipes de nível próximo, pode ser decisivo;

·         Em 1964 e 1980, houve grande mudança na técnica e na tática individual.

 Pontos mais importantes na realização do saque:

Controle da bola.

Sua velocidade.

Mudança de direção.

Efeito da bola no espaço

Com rotação.

Sem rotação

Tática individual

 
Com o saque, o sacador deve visar:

Obtenção de um ponto

Forçar um efeito tático

Máxima segurança

Para aumentar a eficácia

Efetuar mudanças rápidas do tipo de saque

Sacar nos pontos vulneráveis

Dificultar a trajetória

Aumentar a violência

 
Na execução do saque deve-se:

Ir calmamente para a área de saque

Decidir no caminho como e onde deverá sacar

Na área de saque, verificar a armação da equipe adversária

Concentrar-se somente na execução do movimento depois de fixar seu objetivo

 
Os tipos de saque

Saque por baixo

            Fique de pé de frente para a rede com o pé oposto à mão do saque à frente.

Segure a bola na altura do quadril.

            Incline-se para frente e movimente o braço para trás e para frente para bater na bola.

            Este movimento é parecido com o arremesso de uma bola de boliche.

            A bola é solta um pouco antes do contato com a mão.
 
A bola é batida com o talo da mão.

O movimento do braço segue a direção do alvo.

 Erros mais frequentes


Jogar a bola para cima e muito alto antes de bater.

O pé do mesmo lado do saque à frente.

 
Saque por cima


            Arremesso da bola. Com o pulso firme, arremesse a bola para para cima aproximadamente uns 50 cm, de maneira que a bola caia bem em frente ao ombro do saque.

            Movimento do corpo e do braço de ataque

Mantenha a mão para cima e para trás antes de arremessar a bolas para cima.

            Desloque seu peso para a perna da frente, que é contrária ao braço do saque.

Este deslocamento pode ser feito com um paso à frente.

            Pulso deve estar firme durante todo o saque.

Bata com o talo da mão na parte de tras da bola. Se voce imaginar a bola como um globo,

quanto mais proximo do 'equador' voce bater mais força e velocidade serão necessárias.

            Quanto mais ao sul, menor a necessidade de velocidade.

            Obviamente se voce bater no hemisfério norte da bola, ela não passará da rede, a não ser que voce salte muito.

            O som da batida deve ser seco, não como um tapa.

            A mão acompanha a direção do alvo.

            O braço contrário termina em direção ao meio do corpo

 
ATAQUE OU CORTADA


Definição


É o gesto mais espetacular do jogo. Consiste no ato de golpear a bola para a quadra adversária na tentativa de vencer o bloqueio e a defesa contrária.

Informações Gerais


·         Principal fundamento de ataque.

·         É o gesto mais espetacular do jogo

·         Exigem domínio, força, velocidade e precisão

·         Suas qualidades desejáveis são:

- Regularidade

- Precisão

- Potência

 

LEVANTAMENTO

 Definição

É o passe que antecede ao ataque.

Informações técnicas

 Classificação

 Quanto ao tipo

para frente

para trás

lateral

 
Técnicas de levantamento


Postura e posição das mãos

Toque

Manchete

Com uma das mãos

Deslocamento

Para frente

Para trás

Lateral com salto e parado

Passar colocando-se sob a bola com rolamento

Para trás

Lateral

 Para fazer levantamentos inteligentes e com êxito, o levantador deverá levar em conta o seguinte:


O sistema de jogo

A qualidade do passe

Seu conhecimento técnico

O rendimento de seus atacantes

A distribuição e rendimento dos bloqueadores adversários

Condições externas

 

RECEPÇÃO DE SAQUE



Definição



É uma ação de defesa em que, dentro de um dispositivo próprio, o jogador tentará receber o saque adversário efetuando um passe para o levantador.

 

Informações Gerais


- erros resultam em pontos para o adversário

- influência e continuidade do jogo, principalmente o ataque

- a forma de recepção básica é através da manchete, que favorece armações mais afastadas da rede

- a possibilidade de recepção de toque obrigará armações mais próximas da rede

-        é considerado um princípio de defesa

 

DEFESA


 

Definição


 

É a ação de recuperar as bolas vindas do ataque adversário que ultrapassam o bloqueio e de criar condições para o contra-ataque.

 

Informações Gerais


 

É um dos fundamentos mais difíceis, exigindo concentração, coragem, agilidade, etc.

As defesas e suas quedas imprimem a dinâmica e o espírito de luta do voleibol

O tipo de defesa mais usado é a manchete

 


Informações técnicas


 

Classificação quanto ao tipo:

Defesa de manchete

Parado ou movimento

Com quedas

Defesa com um dos braços

Sem quedas

Com quedas

Manchetes no 2º e 3º toque

Outros tipos de defesa

Com os pés

Com outro segmento do corpo

 

BLOQUEIO


 

Definição


 

É a tentativa de interceptar a bola vinda da quadra contrária, atacada sobre a rede por um ou mais jogadores de ataque.

 

Informações Gerais


 

É um princípio básico de defesa

Apareceu no início da década de 20 com cortadas e foi usado somente com um jogador (simples) até o final dos anos 30, quando evoluiu para duplo.

            Sua introdução provocou diversas mudanças no voleibol, principalmente as de ordem tática.

É a base de toda defesa e o ponto de partida para o sistema defensivo

São finalidades do bloqueio:

Deter ou amortecer a bola vinda do adversário

Reduzir as áreas de ataque

Dificultar a ação do atacante
 
A QUADRA DE VOLEIBOL



 
 

ATIVIDADE COMPLEMENTAR - VOLEIBOL

 

1.      Em relação a história do voleibol, marque a única alternativa incorreta:

a)      O voleibol foi criado nos Estados Unidos, pelo diretor de educação física da ACM (Associação Cristã de Moços de Massachusetts) William George Morgan.

b)      Morgan tinha como objetivo principal a criação de um esporte que estimulasse o contato físico entre os jogadores.

c)      O criador do voleibol pretendia oferecer às pessoas (principalmente aos mais velhos) um esporte em que as lesões físicas, provocadas por choques entre pessoas, seriam raras.

d)     O voleibol ainda não contava com uma bola específica, sendo praticado com uma câmara da bola de basquete.

e)      A rede era improvisada, a mesma usada nas partidas de tênis. Neste período, o esporte era conhecido por Mintonette.


2.      Cite, de acordo com o texto, os principais fatos ocorridos nos seguintes anos:

 
·         1947:
 

·         1949:
 

·         1951:

 
·         1952:

 
·         1964:
 

3.      As seleções brasileiras de voleibol feminina e masculina têm se destacado nos últimos anos no cenário mudial. Cite quais foram os títulos conquistados por ambas na última década:
 

·         Seleção femina:

 
·         Seleção masculina:

  

4.      Como se inicia uma partida de voleibol?
 

5.      De acordo com as informações contidas no texto sobre o jogo de voleibol, marque V para verdadeiro e F para falso:


(    ) O objetivo do jogo é fazer com que a bola caia na quadra adversária.
(    ) Quando a equipe não consegue devolver a bola dentro da área de jogo ( Bola fora) um ponto é marcado.
(    ) Para melhor atingir os objetivos do jogo, é necessário que os atletas de uma equipe passem a bola entre si, utilizando até 4 toques, de modo que abola seja lançada para o campo adversário.
(   ) Quando a equipe que saca erra, seu adversário adquire o direito de sacar, realizando antes um rodízio de posições dos jogadores.
(   ) O Voleibol é jogado em SETS. Quando uma equipe atinge a contagem de 15 pontos, com uma vantagem de pelo menos 2 pontos em relação ao adversário, completa-se um SET.
(     ) Uma partida é disputada com 12 jogadores, 6 em cada equipe. Cada equipe deve ser composta por 12 jogadores: 6 que iniciam o jogo ( Titulares ) e 6 jogadores reservas.
(   ) Nas partidas oficiais disputa-se o melhor de 4 SETS.
 

6.      Qual o nome que se dá ao jogador que é especializado em defesa no voleibol? O que o caracteriza?

7.      Qual a altura que deve estar a rede de voleibol, para equipes masculinas e femininas?

8.      Descreva as principais características da bola de voleibol.

9.      Quais são as consequências de uma falta no voleibol?

10.  Em relação ao voleibol, marque apenas a opção que está incorreta:

a.       Um jogo é ganho pela equipe que vencer três sets.

b.      Uma rede é instalada verticalmente sobre o eixo da linha central.

c.       A altura da rede deve ser de 2,24 metros para equipes masculinas e de 2,43 metros para equipes femininas. Esta altura é medida no centro da quadra de jogo.

d.      Caso haja empate 2-2 em sets, um set decisivo (5º) é jogado em 15 pontos, com uma diferença mínima de 2 pontos.

e.       As duas extremidades da rede (acima das linhas laterais) devem estar na mesma altura e não podem exceder a altura regularmente em mais de 2 metros.


11.  Relacione a 2ª coluna de acordo com a primeira:
1.      Saque
2.      Ataque
3.      Levantamento
4.      Recepção
5.      Defesa
6.      Bloqueio

(   ) É o passe que antecede ao ataque.
(   ) É a tentativa de interceptar a bola vinda da quadra contrária, atacada sobre a rede por um ou mais jogadores de ataque.
(   ) É o ato de enviar a bola da área de saque para a quadra contrária.
(   ) É a ação de recuperar as bolas vindas do ataque adversário que ultrapassam o bloqueio e de criar condições para o contra-ataque.
(   ) Consiste no ato de golpear a bola para a quadra adversária na tentativa de vencer o bloqueio e a defesa contrária.
(   ) É uma ação de defesa em que  o jogador tentará receber o saque adversário efetuando um passe para o levantador. 
 
12.  Desenhe a quadra de voleibol ressaltando as suas principais medidas e as suas zonas de ataque e defesa:

Nenhum comentário:

Postar um comentário